Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Sonho..

 

 

 

 

Num instante da noite adormeço a pensar em ti e vem lentamente ao meu encontro um sonho de paixão…

Vejo-te a silhueta ao abrir a porta, os meus olhos custam a acreditar mas és tu, sim és tu ali para te entregares.

Timidamente encostas o teu lábio no meu, fico parada a olhar-te de tão belo que és.

Caminhas calmamente e olhas-me com meiguice.

Não resisto e deixo-me levar.

Chego ao pé de ti e beijo-te fervorosamente como se quisesse recuperar o tempo perdido, brinco com a tua língua fazendo voltas na minha.

Solto as amarras e dou asas ao meu desejo.

Sinto a tua pele macia e ansiosa pelo meu toque

Avanças para mim e despes-me devagar ao mesmo tempo que sinto as tuas mãos deslizar. Viro-me com alguma vergonha e dás-me um beijo quente no ombro, seguras a alça do meu soutien com os teus dentes e faze-lo descer pelo meu corpo. Giro para ti sentindo as tuas mãos apertando-me os peitos Fico sem sentidos com o prazer do teu toque, percorre-me um arrepio ao beijares o meu pescoço. Vais descendo …explorando

Apertas-me contra ti fortemente sinto os teus pelos do corpo mostrando excitação e tesão chamando pelo meu.

Sussurro que te desejo, esfregando-me em ti, beijo-te demoradamente fazendo delícias a cada centímetro, oiço um gemido baixinho e vou descendo…

Aperto a tua nádega e puxo-te para mim, o teu coração acelera rapidamente

Deslizo o meu pé pelas tuas pernas, encosto-te á parede e seguro os teus braços, sinto o teu corpo tremer, suar, contorcer e vejo na tua face os prazeres carnais que estas a sentir.

Levantas-me a face de encontro ao teu beijo, deitas-me sob a cama e exploras-me minuciosamente, vibro e deixas-me louca de prazer.

O calor sobe, os nossos corpos unem-se, penetras-me docemente seguido de fervorosamente, em unissolo num ritmo certeiro, mais intensos . mais profundos... mais e mais entre gemidos sussurrados.

Olho o teu rosto … vejo explicito o teu gostar

Mantemos o silencio, ouvimos o respirar, quebrando de quando a quando com pequenos delirares.

Fecho os olhos e sinto a explosão se aproximar …O teu corpo pára e no meu entranha-se de essências do teu.

Fico no teu colo sentada a olhar-te…tens um brilho nos olhos que dizem aquilo que quero ouvir, sussurras no meu ouvido “amo-te amor”.

Abraçamo-nos e damos um beijo eterno… ficamos extasiados do momento

Adormeço sob o teu peito …

Acordo ... humida … só ...

Vejo que tudo não passou de um sonho…muito desejado!!!

 

 


publicado por Maxima às 15:04
link do post | comentar | favorito
|

M@xima

pesquisar

 

Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Condemnation

Pensando

Regras dos homens

silencio

Facil demais

Feridas ocultas

Faz-me acreditar

Bliss

Disfarçe

Injustiças

Jura

Doce tentação

Caipirinhas

Sentir

Poderosa

A moment like this - Kell...

Fui-se-me

Fim de semana

23 de novembro

Valor do beijo

waiting for miracle

Longo dia

Sabia bem...

Inveja

Acidente matinal

Acidente

Mais um dia

ha dias e dias

Tailandia

Lugar de sonho

Fever

A Frente

Escolha

Em jejum (ainda)

Secretamente

Anedota do dia

Poliglota

Pinheiro

A minha compra

Amanha...

Saudades da neve

Já te disse?

Mais algumas

Tb enjoa

Afinal o tamanho conta

Anedotico

Msg tele

Mensagens do meu telemove...

SExta feira

Um recado ao buxe

arquivos

Novembro 2007

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Novembro 2006

SAPO Blogs

subscrever feeds